Graduação em Teatro (Bacharelado e Licenciatura)

Graduação

O agendamento do processo seletivo será realizado após efetivação da inscrição.

Curso superior de formação de atrizes e atores para atuação nos palcos e nas telas (teatro, cinema, televisão e plataformas audiovisuais). Preparação para o amplo mercado de trabalho das artes cênicas – atuação, direção, produção, maquiagem, figurinos, cenografia – também voltado para a possibilidade de dar aulas na área. O Bacharelado permite a atuação em cursos livres e informais, a modalidade Licenciatura, além de contemplar a formação de atrizes e atores, bem com as áreas citadas das artes da cena, amplia para o profissional trabalhar no ensino formal (escolas privadas e públicas no ensino fundamental e médio). Ambos abrem possibilidades para pós-graduação na área.

46 ANOS FORMANDO PROFISSIONAIS DA CENA!

O Célia Helena promove ações diferenciadas e atividades especiais de formação artística, em ambientes adequados às aulas práticas e teóricas, estágio supervisionado, atividades complementares obrigatórias e Iniciação Científica para incentivar os alunos no desenvolvimento de pesquisas autorais, além das disciplinas regulares.

No Célia Helena, a partir do segundo semestre, você já fará a apresentação de uma peça teatral aberta ao público em nossos “Exames Abertos”!

Por meio dos cursos de Pós-graduação Lato Sensu e Mestrado Profissional, os alunos formados podem continuar seus estudos e solidificar ainda mais sua carreira no campo das artes.

O Célia Helena dispõe de políticas de apoio ao estudante, entre elas, o Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior – FIES. Para pleitear o FIES, o aluno deve se inscrever diretamente no site do Ministério da Educação – MEC.

  

Processo Seletivo 2024

O agendamento do processo seletivo será realizado após efetivação da inscrição.

Está organizada de forma a dialogar com as diferentes linguagens e atividades da formação da atriz e do ator para teatro, cinema, televisão e audiovisual, contemplando estudos práticos e teóricos. Prevê ainda Estágio Supervisionado e Atividades Complementares voltados à flexibilização do currículo obrigatório.

 

Disciplinas*

  • Literatura infantojuvenil e mediação literária (Licenciatura)
  • Metodologia científica (Bacharelado e Licenciatura)
  • Cultura e mídia digital (Licenciatura)
  • Jogos para a atuação (Bacharelado)
  • Práticas performáticas (Bacharelado e Licenciatura)
  • Teatro Latinoamericano (Bacharelado e Licenciatura)
  • Legislação e Produção Teatral (Bacharelado e Licenciatura)
  • Fundamentos da Interpretação I (Bacharelado e Licenciatura)
  • Fundamento da Interpretação II (Bacharelado e Licenciatura)
  • Interpretação I (Bacharelado e Licenciatura)
  • Interpretação II (Bacharelado e Licenciatura)
  • Poéticas da Atuação (Bacharelado e Licenciatura)
  • Projeto de Encenação (Bacharelado e Licenciatura)
  • Práticas integradas no ensino das artes I e II (Licenciatura)
  • Estudo e Prática Corporal I, II, III, IV, V e VI (Bacharelado e Licenciatura)
  • Estudo e Prática Vocal I, II, III, IV, V e VI (Bacharelado e Licenciatura)
  • Expressão Musical I e II (Bacharelado e Licenciatura)
  • Improvisação (Bacharelado e Licenciatura)
  • Construção da Dramaturgia (Bacharelado e Licenciatura)
  • Cenografia e Espaço Cênico (Bacharelado e Licenciatura)
  • Matrizes Culturais do Brasil (Licenciatura)
  • Caracterização Cênica e Figurino (Bacharelado e Licenciatura)
  • Expressão em Artes Visuais (Licenciatura)
  • Jogos e Pedagogia Teatral (Bacharelado e Licenciatura)
  • Estudos sobre o ensino do teatro (Bacharelado e Licenciatura)
  • Língua Brasileira de Sinais (Bacharelado e Licenciatura)
  • Subjetividade e Aprendizagem (Licenciatura)
  • Políticas Nacionais de Ensino (Licenciatura)
  • Acessibilidade, ensino e aprendizagem (Licenciatura)
  • História do Espetáculo Teatral I e II (Bacharelado e Licenciatura)
  • História do Teatro I e II (Bacharelado e Licenciatura)
  • História do Teatro Brasileiro I e II (Bacharelado e Licenciatura)
  • Estética (Bacharelado e Licenciatura)
  • Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado e Licenciatura)
  • Estágio Curricular Supervisionado (Bacharelado e Licenciatura)

* Matriz sujeita a alterações.

Abel Xavier – (professor convidado) Currículo Lattes
Ator e pesquisador em ensino do teatro. Bacharel em Artes Cênicas pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Possui Licenciatura plena em Artes pelo Centro Universitário Belas Artes e em Pedagogia pelo Centro Universitário Claretiano. Especialista em Gestão de Projetos Culturais pela Escola de Comunicação e Artes da USP. Mestre em Artes da Cena pela Escola Superior de Artes Célia Helena (ESCH). Doutorando em Educação (FE-USP). Trabalha no Coletivo Labirinto desde 2012 onde, como ator, pesquisa e atua sobre a dramaturgia latino-americana contemporânea.

Andrea Soares – Currículo Lattes
Atriz, professora de danças brasileiras(Escola Superior de Artes Célia Helena), bailarina, cantora, diretora artística e pesquisadora das culturas populares tradicionais brasileiras no âmbito das suas expressões espetaculares. Mestre em Estética e História da Arte pelo Programa de PósGraduação Interunidades da USP, graduada em Licenciatura de Educação Artística, com habilitação em artes cênicas, pela USP. Eutonista formada pelo Núcleo Berta Vishnivetz. Foi presidenta da ABE – Associação Brasileira de Eutonia e, atualmente, é diretora do Núcleo Pé de Zamba de pesquisa cênica.

Atilio Beline Vaz – Currículo Lattes
Ator, cenógrafo, figurinista, visagista, arte-educador, pesquisador e professor. Possui Licenciatura plena em Artes Visuais, Pintura, Gravura e Escultura pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo. Técnico como ator pela EAD / ECA – USP. Especialista em Direção Teatral pela Escola Superior de Artes Célia Helena (ESCH). Professor integral de Indumentária, Cenografia, Caracterização Cênica e Artes Visuais no curso de Bacharelado em Teatro da Escola Superior de Artes Célia Helena e do Teatro-Escola Célia Helena (TECH). Mestrando em Artes da Cena na Escola Superior de Artes Célia Helena.

Camila Minhoto – Currículo Lattes
Atriz, preparadora vocal, dubladora, professora de prática vocal, arte-educadora e designer de interiores. Mestre em Artes da Cena pela Escola Superior de Artes Célia Helena (ESCH) e especialista em Arte Reabilitação pela AACD. Graduada em Design de interiores pela Universidade Anhembi Morumbi e graduada em 2003 pela Universidade Estadual Júlio de Mesquita Filho como Arte Educadora com habilitação em Artes cênicas. Possui formação técnica de atriz pelo Teatro-Escola Célia Helena.

Clayton Nascimento – (professor convidado)
Dramaturgo, ator, diretor de teatro, preparador de elenco, professor de artes dramáticas, jogos e improvisação. Nascido no Piauí e criado em São Paulo, se graduou pela Universidade de São Paulo (USP), além de ter cursado o Célia Helena Centro de Artes e Educação, e a Casa do Teatro. Atualmente, é mestrando em História do Teatro pela Escola de Comunicações e Artes da USP (ECA –USP), além de ser professor no Célia Helena Centro de Artes e Educação.

Daves Otani – Currículo Lattes
Ator, diretor teatral, pesquisador de jogos, pedagogia teatral e improvisação. Doutor em Artes pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), na área de Interpretação Teatral, Mestre em Artes e Bacharel em Artes Cênicas pela mesma universidade. Atualmente, é diretor acadêmico, coordenador geral de graduação e coordenador geral de pós-graduação lato sensu da Escola Superior de Artes Célia Helena (ESCH). Docente permanente do Programa de Mestrado Profissional em Artes da Cena. Atuou no grupo de pesquisa cênica “Boa Companhia” por mais de 20 anos.

Elisabete Dorgam – Currículo Lattes
Diretora, palhaça, pesquisadora da cena cômica e atriz. Mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo e doutorado em Artes Cênicas pela Universidade de São Paulo. Atualmente, é docente na área de Interpretação na Escola de Arte Dramática da Universidade de São Paulo (EAD – USP ) e na Escola Superior de Artes Célia Helena (ESCH) Além de ser atriz e diretora teatral, é também vice-diretora da EAD -ECA/USP.

Fernando Nitsch – Currículo Lattes
Ator, diretor teatral, roteirista, cantor e professor de interpretação. Especialista em Direção pela Escola Superior de Artes Célia Helena (ESCH) e graduado em Artes pelo Claretiano Centro Universitário. Como diretor, seus últimos trabalhos foram: “Ensaio sobre a Lucidez”, adaptação da obra de José Saramago, de Marcos Barbosa; e “O Julgamento secreto de Joana D’arc” no Teatro Oficina. Em televisão, protagonizou a série “Gigantes do Brasil” no History Channel, e participou das séries “Coisa mais linda”, da Netflix, “Assédio”, da Rede Globo, entre outros. Diretor artístico do tour da Arena Corinthians.

Gabriela Alcofra – Currículo Lattes
Pesquisadora corporal, professora de estudos e práticas corporais, coordenadora de pesquisa, docente do Mestrado Profissional em Artes da Cena, da graduação e do curso técnico profissionalizante da Escola Superior de Artes Célia Helena (ESCH), editora assistente da Revista Olhares, ESCH. Doutora e Mestra em Artes da Cena pela UNICAMP, bacharel em dança pela Faculdade Angel Vianna. Possui artigos publicados em revistas especializadas na área da Dança e Teatro, como a revista Sala Preta (USP) e o livro de poesias “Partituras de um movimento impermanente” pela Editora Multifoco.

Gabriel Miziara – Currículo Lattes
Professor de interpretação para teatro e audiovisual, ator, produtor e pesquisador. Possui Graduação em Teatro, Pós-Graduação em Corpo: Dança, Teatro e Performance, e Mestrado em Artes da Cena pela Escola Superior de Artes Célia Helena (ESCH). Integrou a Companhia Elevador de Teatro Panorâmico por 14 anos, onde participou de diversos espetáculos. Como pesquisador, concebeu o espetáculo “As Ondas ou Uma Autópsia” baseado no romance de Virginia Woolf. A autora é objeto de estudo do performer desde 2001. No cinema, atuou no filme “Corte Seco” de Renato Tapajós e “Estamos Juntos” de Toni Venturi.

Gustavo Vellutini – Currículo Lattes
Músico e diretor musical. Possui graduação em Música – Composição e Regência pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho e graduação em Comunicação Social: Habilitação em Rádio e TV pela Faculdade Casper Líbero. Atualmente, é professor da Escola Superior de Artes Célia Helena. Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Composição Musical, Produção Musical e Ensino.

Hugo Villavicenzio – Currículo Lattes
Pesquisador da cena latino-americana, ator e diretor. Possui Mestrado em Artes pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, graduação em Comunicação Social pela Universidade de São Paulo e formação em interpretação teatral pela Escola Nacional de Arte Dramática de Lima, Peru. Atualmente, é professor de Teatro Latino-americano na Escola Superior de Artes Célia Helena (ESCH) e professor de História das Artes Cênicas no Teatro-Escola Célia Helena (TECH). Tem experiência na área de Artes, com ênfase em teatro hispanoamericano, teatro latino-americano, teatro brasileiro e teatro espanhol.

Joana Dória – Currículo Lattes
Diretora e pesquisadora da cena contemporânea e da performatividade, atriz de teatro e audiovisual. Mestre em Artes Cênicas pela ECA-USP. Formada no Teatro-Escola Célia Helena, no bacharelado em direção teatral ECA/USP e na Pós-Graduação Lato Sensu em Direção Teatral da Escola Superior de Artes Célia Helena – ESCH. Em audiovisual, atuou em: “Antes do fim”, direção de Thiago Mendonça; “A outra”, direção de Gary Gananian e “Fim do Filme”, direção de André Dib. Tem experiência na área de Artes, com ênfase em atuação, encenação contemporânea, teatro performativo e intervenção urbana.

Karina Almeida – Currículo Lattes
Artista da dança, coreógrafa, pesquisadora e professora da cena contemporânea interessada em processos colaborativos de criação. Bacharel e Licenciada em Dança; Mestra e Doutora em Artes da Cena pela Unicamp. Parte de sua pesquisa de doutorado foi desenvolvida na Barnard College Department of Dance, Columbia University, Nova York. Realizou pesquisa de PósDoutorado na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP). Participou da residência artística Narrativa e poética no processo de criação da dança para a tela, na The Place, London Contemporary Dance School, Londres. Coordenadora do curso de Mestrado Profissional em Artes da Cena e professora integral de Estudo e Prática Corporal na Escola Superior de Artes Célia Helena (ESCH).

Liana Ferraz – Currículo Lattes
Poetisa, escritora, atriz e professora da Graduação da Escola Superior de Artes Célia Helena. PósDoutorado na Universidade de São Paulo, Escola de Comunicação e Artes. Doutora em Artes da Cena pela UNICAMP e bacharel em Artes da Cena pela mesma Instituição. Em 2009 ingressou no Programa de Pós Graduação para cursar o Mestrado em Artes e em 2010 obteve passagem para o Doutorado Direto. Durante o período de Pós-Graduação, publicou artigos e manteve seu trabalho com o grupo Estação Teatro onde atuou como atriz e dramaturga. Realiza oficinas teatrais em diversas cidades por meio de instituições, tais como Prefeituras, SESC e Oficinas Culturais.

Lígia Cortez – Currículo Lattes
Atriz, diretora, arte-educadora, professora, pesquisadora da formação artística e gestora de projetos. Doutora em Letras (Teoria Literária e Literatura Comparada) pela Universidade de São Paulo com a tese “De Asja Lacis à Casa do Teatro: teoria e práticas do teatro com e para crianças”. Participou dos grupos Macunaíma (dirigido por Antunes Filho) e Teatro Oficina (dirigido por José Celso Martinez Corrêa). É diretora do Célia Helena Centro de Artes e Educação (Escola Superior de Artes Célia Helena, Teatro-escola Célia Helena e Casa do Teatro) e professora do curso de Bacharelado em Teatro da mesma instituição.

Luaa Gabanini – Currículo Lattes
Atriz-MC, performer, DJ, diretora, coreógrafa, pesquisadora das artes do corpo, preparadora corporal e professora de práticas corporais. Doutoranda na Escola de Comunicação e Artes da USP. Mestre em Artes pela USP, com especialização em Direção Teatral (Lato Sensu) na Escola Superior de Artes Célia Helena (ESCH). Fez sua graduação em Artes Visuais, Pintura, Gravura e Escultura pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo. É membro fundadora do Núcleo Bartolomeu de Depoimentos.

Luana Freire– Currículo Lattes
Atriz, diretora e professora de interpretação. Possui graduação em Comunicação Social pela Universidade Anhembi Morumbi, especialização em Linguagens da Arte pela Universidade de São Paulo e curso técnico em Teatro pelo Curso Técnico Profissionalizante do Teatro-Escola Célia Helena. Atualmente é professora e orientadora do curso de Graduação da Escola Superior de Artes Célia Helena (ESCH) e professora do curso técnico profissionalizante do Teatro-Escola Célia Helena (TECH).

Manoel Candeias – Currículo Lattes
Pesquisador da cena expandida, ator e diretor. Mestre em Artes e Doutor em Artes da Cena pela Universidade Estadual de Campinas, com estudos de doutoramento no Centro de Estudos de Teatro da Universidade de Lisboa, Portugal. Realizou Pós-Doutorado na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Professor de História do Teatro Brasileiro no Bacharelado e na Licenciatura em Teatro da Escola Superior de Artes Célia Helena (ESCH), onde compõe também o corpo docente do Mestrado Profissional em Artes da Cena e coordena o projeto de pesquisa Ações Físicas e Virtuais. Coordenador de EAD do Célia Helena Centro de Artes e Educação.

Marcelo Lazzaratto – (diretor convidado) Currículo Lattes
Diretor-encenador e ator. Livre Docente em Artes da Cena e Doutor em Artes da Cena pela Universidade Estadual de Campinas. Bacharel em Interpretação pela Universidade de São Paulo. Pesquisa e desenvolve o sistema improvisacional e pressuposto estético Campo de Visão há 25 anos, tendo publicado o livro “Campo de Visão: exercício e linguagem cênica”, em 2011. Diretor artístico da Cia. Elevador de Teatro Panorâmico sediada na cidade de São Paulo. Atualmente é Professor Associado- MS 5.1 da Universidade Estadual de Campinas.

Marco Antonio Rodrigues – (diretor convidado)
Especialista no Sistema Stanislávski pela Academia Russa de Arte Teatral – Moscou. Encenador teatral, fundador/diretor artístico do FoliasD’Arte e editor da revista “Caderno do folias”. Encenador de “O Teatrão”, sediado em Coimbra. Professor-encenador da Escola Superior de Artes Célia Helena, Teatro-escola Célia Helena, Escola Superior de Educação em Coimbra e Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Porto, em Portugal.

Marcos Barbosa – Currículo Lattes
dramaturgo com formação pelo Instituto Dragão do Mar (Fortaleza) e pelo Royal Court Theatre (Londres). Textos de sua autoria incluem “Quase Nada”, “Auto de Angicos”, “Avental todo sujo de ovo” e “Necropolítica”. Encenado por diretores como Amir Haddad, Aury Porto (Mundana Companhia), Débora Dubois e Elisa Mendes, Barbosa colaborou, internacionalmente ,com companhias como Young Vic Theatre e Royal Court Theatre (Londres), Artistas Unidos (Lisboa), LaMicro Theatre (Nova Iorque), CELCIT (Buenos Aires) e Teatro D’Dos (Havana), entre outros. Doutor em artes cênicas pela UFBA, é professor da Escola Superior de Artes Célia Helena (São Paulo).

Samir Yazbek – Currículo Lattes
dramaturgo, diretor, pesquisador e professor teatral. Mestre em Letras (Teoria Literária e Literatura Comparada) pela Universidade de São Paulo. Bacharel em Cinema pela FAAP. Consolidou sua formação teatral com o diretor Antunes Filho, no CPT (Centro de Pesquisa Teatral) do SESC, em São Paulo. Foi o primeiro autor brasileiro a ser encenado no National Theatre de Londres, com “The Ritual”. Fez conferências em Cádiz (Espanha), Londres (Inglaterra), Minnesota (EUA) e Moscou (Rússia), com textos publicados e encenados em outros países, como Bolívia, Cuba, Inglaterra, México, Polônia e Portugal. Coordenador da Pós-Graduação Lato Sensu em Dramaturgia, orientador do Mestrado Profissional em Artes da Cena e coordenador do Célia Helena Digital da ESCH (Escola Superior de Artes Célia Helena).

Sérgio Audi – Currículo Lattes
Professor de jogos para atuação e de atuação para audiovisual. Doutor em Educação pela Faculdade de Educação da USP e Mestre em Artes Cênicas pela ECA-USP. Possui graduação em Comunicação Social com Habilitação em Cinema pela Universidade de São Paulo. É diretor e ator, fundador do Coletivo de Teatro Núcleo 2. Trabalha com preparação e direção de atores para Cinema, além de ser professor de Atuação para a câmera, Improvisação, Jogos e Pedagogia Teatral na Escola Superior de Artes Célia Helena (ESCH).

Simoni Boer– Currículo Lattes
Professora de interpretação, atriz e diretora. Graduada em Artes Cênicas pela Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP, com Especialização em Arte Integrativa e Mestrado em Comunicação Contemporânea pela Universidade Anhembi Morumbi. Como atriz, trabalhou com a direção de Neyde Veneziano, Gianni Ratto, Jandira Martini, Eduardo Tolentino de Araújo, Marco Antonio Rodrigues, entre outros. Professora de Interpretação Teatral na Escola Superior de Artes Célia Helena – ESCH desde 2010. Tem experiência em dramaturgia Infanto-juvenil e na área de Artes, com ênfase em Formação do Ator, Interpretação e Direção Teatral.

Solange Ferreira – Currículo Lattes
Preparadora corporal, pesquisadora e professora de práticas corporais. Mestranda no curso de Mestrado Profissional em Artes da Cena da Escola Superior de Artes Célia Helena (ESCH). Possui pós-graduação em Dança e Conscientização Corporal na UNIFMU – Centro Universitário Faculdades de Educação Física. Graduação em Licenciatura Plena em Educação Física no Centro Universitário Metropolitano de São Paulo. Especialização na Cia. Alvin Ailey em New York e Danceability em São Paulo. Professora de estudo e prática corporal na graduação da Escola Superior de Artes Celia Helena, diretora da Cia Tribo Dança Afro.

Sonia Goussinsky – Currículo Lattes
Cantora, preparadora vocal, professora, pesquisadora e diretora musical. Possui bacharelado em Música pela Universidade Estadual Paulista, pós-graduação em Música Antiga pela Guildhall School of Music and Drama e Mestrado em Canto pelo Trinity College of Music. Doutora em Língua Hebraica, Literatura e Cultura Judaica pela FFLCH USP. Pós-graduada em Voz Artística pelo Centro de Estudos da Voz em São Paulo. Integra o corpo docente titular da Escola Superior de Artes Celia Helena nas disciplinas de Voz, Expressão Musical e Metodologia de Pesquisa. Integra também o quadro de professores do Mestrado Profissional em Artes da Cena e do Mestrado Profissional em Mediação Cultural (parceira com Escola Itaú Cultural).

Yonara Dantas – (professora convidada) Currículo Lattes
Pesquisadora da sonoridade e musicalidade da cena, diretora, professora e produtora cultural, com atuação nas áreas de ciências humanas e artes. Formada em Teatro pelo Teatro-Escola Célia Helena. Doutora em Psicologia pela USP. Pós-Doutorado em Música pela ECA-USP. Professora na Escola Superior de Artes Célia Helena (ESCH) e professora-colaboradora do Departamento de Música da ECA-USP. Pesquisadora associada ao NuSom, Núcleo de Pesquisas em Sonologia da USP e ao Grupo Prismas, Modelos de Crítica Social.

ETAPAS DO PROCESSO SELETIVO

  • REDAÇÃO

O tema proposto para redação será enviado no corpo do e-mail de confirmação da inscrição. Na redação, avaliaremos a capacidade de expressão, desenvolvimento e reflexão do candidato, coerência e coesão da escrita.

  • ENTREVISTA

A entrevista conta com um diálogo sobre suas expectativas em relação ao curso e à profissão. Esta etapa reflete um dos principais procedimentos do curso: acompanhar a trajetória do aluno, a sua inserção na vida acadêmica e a imersão em estudos e projetos artísticos.

  • DINÂMICA EM GRUPO

Processo de avaliação de todos os candidatos em grupo observando: interação, habilidades de expressão, potencial e desenvolvimento/comportamento do aluno nas atividades em equipe

LÍGIA CORTEZ

Atriz, diretora teatral, pesquisadora e professora permanente do Mestrado Profissional em Artes da Cena da Escola Superior de Artes Célia Helena (ESCH). É doutora em Letras pela Universidade de São Paulo (USP). Diretora e professora do Célia Helena Centro de Artes e Educação e da Casa do Teatro. Editora da Revista Olhares (ESCH) e organizadora da série de livros Conexões: nova dramaturgia para jovens, em edição bilíngue (inglês-português). Como atriz tem vasta atuação em teatro, cinema e televisão, tendo trabalhado com diretores como Antunes Filho, José Celso Martinez Corrêa, Ron Daniels, Robert Wilson, Luiz Fernando Carvalho, Ugo Giorgetti, dentre outros. No teatro, como atriz, integrou o Grupo de Teatro Macunaíma e ganhou o Prêmio APCA na categoria de atriz revelação por “Nelson 2 Rodrigues”, sob a direção de Antunes Filho. Ganhou o prêmio Mambembe 99, na categoria atriz coadjuvante por “Cacilda!”, texto e direção de Zé Celso Martinez Corrêa no Teatro Oficina; Foi indicada ao Prêmio Shell de melhor atriz por “A entrevista”, de Samir Yazbek e, em 2013, pela peça “A dama do mar”, de Susan Sontag, com direção do americano Bob Wilson. Dirigiu “Um céu de estrelas”, adaptação do livro de Fernando Bonassi, (prêmio Jornada SESC de Teatro de 1996), e “Estrelas do Orinoco”, de Emilio Carballido, no CCBB.

Em televisão, atuou na TV Globo nas novelas: “Esperança”, de Benedito Ruy Barbosa, “Páginas da Vida”, de Manoel Carlos, “Sete Pecados”, de Walcyr Carrasco, “Ana Raio e Zé Trovão”, de Marcos Caruso.

No cinema, participou dos longas-metragens “Vida de menina”, da diretora Helena Solberg, “A causa secreta” e “Cronicamente inviável”, do diretor Sérgio Bianchi, “O Príncipe”, do diretor Ugo Giorgetti, “Bonitinha, mas ordinária”, de Moacir Góes, além de vários curtas-metragens.

Seus projetos de pesquisa em curso voltam-se para a integração de pesquisa acadêmica sobre criação artística e pedagogia do teatro. Investiga aplicações diretas de práticas teatrais e os fundamentos da interpretação desenvolvidas na Rússia no início do século vinte, a atuação no Brasil a partir da segunda metade do século vinte, e no desenvolvimento de crianças e jovens por meio da arte.

R. DAVES OTANI

Ator e professor, é também diretor teatral. Doutor em Artes pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) na área de Interpretação Teatral, é Mestre em Artes e Bacharel em Artes Cênicas pela mesma universidade.

Atualmente, é coordenador de graduação e coordenador geral de pós-graduação da Escola Superior de Artes Célia Helena, onde também coordenou a implantação do Mestrado Profissional em Artes da Cena na instituição.

Desde 2010, atua como professor no curso de Bacharelado em Teatro do Célia, sendo responsável pelas disciplinas “Jogos e Pedagogia Teatral” e “Improvisação”.

Na Especialização em Direção e Atuação da Pós-graduação Lato Sensu, é responsável pelas disciplinas “Fundamentos da Direção e Atuação” e “Temas Especiais em Estética e Filosofia”. E, no Mestrado, é o responsável pela disciplina “Poéticas da cena: conceitos e trajetórias”.

É orientador nos cursos de: Iniciação Científica da graduação, Pós-graduação Lato Sensu e do Mestrado do Célia Helena. É um dos fundadores do grupo de pesquisa cênica Boa Companhia, onde trabalhou por mais de 20 anos como ator, gestor, iluminador e professor. Dirigiu, em parceria com Eduardo Osorio, o espetáculo “Portela, Patrão; Mário, Motorista” (2009), atuou no espetáculo “Primus” (1999) – que teve apresentações na Alemanha, Rússia, Marrocos, Portugal e em diversos Estados do Brasil.

Tem experiência na área de Artes/Teatro, com ênfase em Interpretação e Improvisação Teatral, atuando principalmente nos seguintes temas: improvisação, interpretação, espetáculo teatral, jogos e pedagogia teatral.

 

COORDENAÇÃO ADJUNTA

LUAH GUIMARÃEZ

Atriz, professora e pesquisadora brasileira. Coordenadora adjunta da graduação do Célia Helena Centro de Artes e Educação.  Idealizadora e orientadora artística do projeto Treinos Públicos ao lado do diretor Fabiano Lodi. Realiza projetos artísticos e formativos com experiência por todo o Brasil e em parcerias com as mais variadas instituições. Formada em Artes Cênicas pela UNICAMP (1991), especializada em Interpretação na pós lato-sensu do Célia Helena Centro de Artes e Educação, mestra pela ECA USP (2020) com orientação de Maria Thaís Lima Santos. Participou do Fall Studio Session (1997) com a SITI Company NYC, fundada por Anne Bogart e mantém o sistema Viewpoints como treinamento no Estúdio Oito Nova Dança em São Paulo. Fundou a mundana companhia em 2007 com a qual trabalhou até 2019. Com esta companhia lançou dois livros sobre processos artísticos: Caderno de Atuação e Imersão Selva. Entre seus espetáculos estão o premiado O Idiota- uma novela teatral; Pais e Filhos; Na Selva das cidades- em obras; Dostoiévski-trip e Máquinas do Mundo; Let’s just kiss and say goodbye e Um céu de estrelas. Este espetáculo dirigido por Lígia Cortez recebeu o prêmio de melhor espetáculo da Jornada Sesc de teatro em 1996. Recebeu o Prêmio APCA pela atuação em 2003 ao lado de Renato Borghi, Élcio Nogueira e Débora Duboc e o Prêmio Shell (2002) na categoria especial por idealização e curadoria. Foi indicada ao Prêmio Mambembe por sua atuação no espetáculo A Margem da Vida (1998-1999) dirigido por Beth Lopes uma produção da atriz Regina Braga. No cinema atuou em Cordialmente Teus de Aimar Labaki; Girassol Vermelho de Eder Santos Jr e Thiago Villas Boas; e nas séries Cidade Invisível e Tarã (2023). Além de coordenar e atuar no filme-experimento Stavrôguin, eu mesmo a partir do romance Os Demônios de Dostoiévski, um filme de Vadim Nikitin, Joana Porto, Paulo Camacho, Ivan Garro e Luah. 

Avaliação Externa:

A avaliação externa é realizada pelos especialistas do Ministério da Educação, por meio de visitas à instituição para acompanhamento, verificação e apontamentos para tomadas de medidas corretivas nos diversos eixos institucionais avaliados. Toda e qualquer instituição de ensino superior recebe as seguintes Comissões de Especialistas:

  • Autorização de Curso
  • Reconhecimento e Renovação de Reconhecimento: avaliação dos Projetos Pedagógicos de Cursos, Corpo docente, Órgãos Colegiados, Autoavaliação Institucional (CPA), Biblioteca, Políticas de ações para pós-graduação, extensão, responsabilidade Social, dentro outras dimensões.
  • Credenciamento e Recredenciamento da instituição: avaliação do Plano de Desenvolvimento Institucional, Corpo Docente, Corpo Técnico-administrativo, Autoavaliação Institucional (CPA, Gestão, Infraestrutura Física, dentre outras dimensões.

Importante destacar que, desde a criação da Escola Superior de Artes Célia Helena, as considerações das Comissões Externas foram de extrema valia para reformulações e ações para a melhoria do cenário institucional, em suas diversas dimensões artísticas e educacionais.

Cursos

Grau –  Curso:  Vagas Anuais – Modalidade

Graduação – Bacharelado em Teatro: 90 vagas – Presencial

Graduação – Licenciatura em Teatro: 60 vagas – Presencial

Mestrado – Mestrado Profissional em Artes da Cena: 45 vagas – Presencial

Cursos, Atos Legais e Indicadores de Qualidade

Curso – Autorização – Renovação/Reconhecimento – Índices

Bacharelado em Teatro – Portaria MEC nº 95, de 08/02/2008, – 5

Licenciatura em Teatro – Portaria nº 79, de 1º. de abril de 2020, a SERES/MEC – 5

Mestrado Profissional em Artes da Cena – Conselho Nacional de Educação/APCNs nº 762/2014, publicado em 07/04/2015 – Avaliação quadrienal – 4

Quadro demonstrativo dos conceitos obtidos: BACHARELADO EM TEATRO:

ANO – CC– CPC2  – ENADE– IGC4 – CI5

2012 – 4 – SC* – SC* – SC* – /

2015 – 5 – SC* – SC* – SC* 3

  1. Conceito de Curso; 2. CPC – Conceito Preliminar de Curso; 3. ENADE; 4. IGC – Índice Geral de curso. 5. Conceito Institucional

As atribuições Sem Conceito (SC) na tabela apresentada anteriormente resultam da não ocorrência de exame ENADE, para alunos de cursos de Teatro, no período de operação da ESCH, conforme determinação do Ministério da Educação (último ENADE realizado foi em 2009, somente para alunos dos ingressantes). Por consequência, sem a nota do ENADE não há como compor os indicadores de qualidade do CPC e IGC.

Atos Legais da IES

Credenciamento: Portaria MEC nº 106, de 18/01/2008

Recredenciamento: Portaria MEC nº 707, de 14/07/2015

Avaliação Institucional Recredenciamento

Conceito Final Contínuo: 3

D-1 / Eixo 1: 3

D-2 / Eixo 2: 3

D-3 / Eixo 3: 3

D-4 / Eixo 4: 3

D-5 / Eixo 5: 3

Avaliação interna:

Avaliação Interna é um processo constante realizado pela CPA (Comissão Própria de Avaliação) visando identificar os aspectos positivos e frágeis, orientando e propondo medidas que contribuam para a tomada de ações corretivas e melhoria da qualidade de toda estrutura e ações vinculadas ao ensino e à aprendizagem.

A CPA é o órgão responsável por avaliar todos os setores de atuação da Escola Superior de Artes Célia Helena, seus cursos e programas, corpo docente, biblioteca, secretaria, laboratórios especializados.

A atuação da CPA está em conformidade a Lei 10.861/04 e tem a participação de todos os segmentos da comunidade acadêmica (discentes, docentes e técnico-administrativo e da sociedade civil organizada. As ações da CPA reafirmam a importância e participação do coletivo, o entendimento e a necessidade de envolvimento da comunidade acadêmica e sociedade para que a trajetória da instituição caminhe de modo orgânico, em plena conformidade com o Projeto Pedagógico e com o Plano de Desenvolvimento da Instituição.

Anualmente, a consolidação das ações avaliadas e efetivadas constam de um relatório encaminhado ao Ministério da Educação e que contém em seu desenvolvimento de análise: 1) Introdução; 2- Metodologia; 3- Desenvolvimento; 4- Análise dos dados e das informações; e 5- Ações previstas com base na análise dos dados e das informações.

A ESCH já tem consolidada em sua rotina acadêmica ações de atendimento que promovem apoio educacional, social e emocional, com vistas ao pleno desenvolvimento discente, em acordo com a potencialidade artística, humana e profissional de cada um dos estudantes. Assim, tanto o corpo acadêmico, quanto o técnico administrativo, possui orientação e formação institucional para estar sempre disponível a abrir canais de atendimento direto, pessoal e personalizado com os estudantes dos diversos segmentos acadêmicos. Neste sentido, direção, coordenação, secretaria, recepção, biblioteca e setor financeiro estão em pleno funcionamento por todo o período letivo, para atendimento aos estudantes de graduação e pós-graduação.

 

BACHARELADO
Início:Fevereiro de 2024
Término:Dezembro de 2026
Duração:3 anos (6 semestres – 2.518 horas)
Horários:Manhã (08h15 – 13h00) ou Noite (19h00 – 23h00), com aulas ministradas de segunda a sexta-feira.
Formato:Aulas presenciais, na unidade, e atividades on-line, realizadas por vídeo conferência em aulas ao vivo, pelas plataformas Zoom e Teams.
Local:Avenida São Gabriel, 462 – Itaim Bibi

Valores 1º Semestre 2024

6 parcelas de R$ 3.265,00 no cartão de crédito, boleto ou pix

Na faculdade do Célia Helena, o Curso de Bacharelado em Teatro da ESCH, reconhecido com conceito máximo pelo MEC, a prática e teoria dialogam durante todo o percurso artístico, envolvendo criação autoral.

Em sintonia com o mercado de trabalho, além da atuação cênica, o curso prepara a atriz e o ator para uma formação nos vários campos do audiovisual e do teatro musicado. O profissional formado poderá atuar em televisão e cinema, entre outras mídias ligadas à internet e a aplicativos de comunicação.

Poderá ainda, como profissional da cena, preparar elencos, coordenar e dirigir processos criativos, além de ministrar aulas de interpretação em cursos livres, ONGs e instituições de cultura e arte. Abre-se também possibilidades de trabalho no campo dos adereços, figurino, cenografia e maquiagem.

Ao final de três anos de curso, o aluno recebe o título de Bacharel em Teatro e pode requerer o registro profissional (DRT) junto ao Ministério do Trabalho, sem custo adicional.

LICENCIATURA
Início:Fevereiro de 2024
Término:Dezembro de 2027
Duração:4 anos (8 semestres – 3.202 horas)
Horários:Manhã (08h15 – 13h00) ou Noite (19h00 – 23h00), com aulas ministradas de segunda a sexta-feira e, eventualmente, aos sábados.
Formato:Aulas presenciais, na unidade, e atividades on-line, realizadas por videoconferência em aulas ao vivo, pelas plataformas Zoom e Teams.
Local:Avenida São Gabriel, 462 – Itaim Bibi

Valores 1º Semestre 2024

6 parcelas de R$ 2.753,00  no cartão de crédito, boleto ou pix

Na Licenciatura em Teatro você vai experimentar a prática teatral pelo viés do ator e da atriz, já que, é no exercício do trabalho de criação e atuação que se cruzam as muitas dinâmicas envolvidas no aprendizado de teatro como linguagem artística, inclusive quando se tem em vista sua inserção na educação formal, ampliando os campos de atuação nas artes cênicas.

O Curso de Licenciatura em Teatro da ESCH tem duração de oito semestres, com aulas de segunda à sexta-feira, eventualmente aos sábados, com previsão de exames públicos – inclusive aos domingos e feriados. As aulas são presenciais com alguns conteúdos em EAD. 

A Licenciatura em Teatro da ESCH prevê, na sua matriz curricular, a realização do Estágio Supervisionado de 400 horas, mais 320 horas de Atividades Complementares, ambos obrigatórios, a serem realizados fora do horário de aulas. Prevê também a realização do TCC (Trabalho de Conclusão de Curso).

Com o diploma superior de Licenciatura em Teatro você poderá ministrar aulas curriculares de artes que, agora, são obrigatórias na Educação Fundamental e no Ensino Médio. 

Além disso, você terá seu DRT de ator e atriz. 

O Curso de Licenciatura em Teatro atende à recente alteração na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, que estabelece que as artes visuais, a dança, a música e o teatro são linguagens que constituem o componente curricular “artes” no ensino formal de nível básico, o que impõe urgência na formação de professores para atuar neste campo do ensino.

FIES